Portal Luis Nassif

Obs.: artigo elaborado para publicação em nossaluta.net (página de bancários, em fase de implantação).

O estadunidense Barack Obama, eleito pelo Partido Democrata, classifica a Rede de Televisão FOX de braço armado do Partido Republicano. A rede faz oposição por meio de “muitas reportagens que não são verdadeiras”, na manifestação de porta-voz de seu governo.   

A velha mídia brasileira - ou PIG (Partido da Imprensa Golpista), expressão popularizada pelo jornalista Paulo Henrique Amorim -  não exigiu do governo Lula reação a Obama.  

Se feita pelo presidente brasileiro, a crítica seria considerada gravíssimo atentado à liberdade de imprensa. Comparativamente, relembre-se a condenação do PIG a Hugo Chávez, quando não renovada a concessão da Globovisión. Correta ou não a atitude do venezuelano, do outro lado havia emissora que participara, em abril de 2002, de golpe para apeá-lo do poder, fato perdido no noticiário.

Um princípio move o PIG: os EUA são o norte e quem discorda é do eixo do mal.  

A velha mídia carrega histórias. O jornalista Carlos Lacerda, apelidado de corvo, foi protagonista de algumas delas.

Coordenou, com a União Democrática Nacional (UDN), campanha de oposição ao governo eleito de GetúlioVargas (1950-1954). Participou da tentativa de golpe em 1955, visando impedir a eleição e posse de Juscelino Kubstichek e João Goulart.

Lacerda foi agente do golpe de 1964. Ao seu lado, os jornais O Estado de São Paulo, O Globo e  Folha da Tarde.  

A influência da velha mídia se reduziu com o desenvolvimento de outros meios, especialmente a chamada blogsfera. A exceção é o poder da Rede Globo de Televisão.  

Mas temas pautados pelo PIG ainda têm repercussão: aborto, “ditabranda”, ficha falsa, bolinha de papel e crédito a confissões sob tortura não são manifestações do passado. Marinhos, Civitas, Mesquitas e Frias, udenistas de sempre, valem-se delas em ação articulada: um publica na sexta-feira, outro repercute no sábado, os demais ampliam no domingo.  

Ilusão acreditar que, passada a disputa eleitoral, as famílias façam jornalismo. Afinal, o lobo perde o pelo, mas não perde o vício.

 

Exibições: 8

Tags: PIG, imprensa

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Dinheiro Vivo

Publicidade

© 2014   Criado por Luis Nassif.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço